imagem noticia

Artigo - O Papa Santo no Recife, por Silvio Amorim*

02/04/2024 - Jornal o Poder

imagem noticia


Corria o ano de 1980. Uma boa nova enche de alegria e expectativa todos os pernambucanos: o Papa João Paulo II, (hoje o nosso Santo, o único Santo que pisou e beijou nossa terra), vem ao Recife! Era a primeira visita de um Sumo Pontifice à América do Sul, ao Brasil e a Pernambuco. Houve uma mobilização de toda a sociedade, de instituições e comunidades.

Grande recepção

Uma Comissão para organizar o grande evento de proporções nunca antes vista
em nossa terra, foi composta pela Arquidiocese de Olinda e Recife, Casa Civil do Governo de Pernambuco e Comando do IV Exército. O Santo Padre, além de Líder Religioso, era Chefe de Estado. Portanto, todo aparato era necessário, principalmente por seu carisma e pelo que representava no mundo cristão. Havia uma saudável euforia da população. Mons. Paul Marcinkus, representando o Estado do Vaticano, fazia a viagem precursora avaliando com a Comissão todos os detalhes da visita de João Paulo II.

imagem noticia-2



Grande decepção

No fim da tarde de uma sexta-feira, um mês antes da santa visita, chega uma comunicação reservada ao Governador Marco Maciel, preparando-o para o cancelamento da passagem do Papa por Pernambuco, devido a sua extensa agenda no Brasil. A notícia caiu como um míssil dentro do Gabinete do Governador. Pernambuco, estado com profunda raiz religiosa e seu então Governador, católico praticante, não poderia sofrer uma decepção dessas.

imagem noticia-3



“Tudo faremos para tê-lo”

Essa "bomba", já com relógio ligado em contagem regressiva, ficou em mãos de Marco Maciel, que de imediato não aceitou, e da Profa. Margarida Cantarelli, então Chefe da Casa Civil. Marco Maciel que sempre foi um católico fiel, não iria permitir que Pernambuco tivesse essa decepção. Reuniram-se no Gabinete do Governador para articular e reverter a situação. O Governador não autorizou a divulgação até esgotar todas as possibilidades.
Após uma série de contatos no circuito Recife/Brasília/Vaticano, no sábado à noite, uma carta estava pronta para ser levada ao Núncio Apostólico, Embaixador do Estado do Vaticano no Brasil, Dom Carmine Rocco. Fui escalado para ser o portador da mensagem.

Via Núncio Apostólico

Era "mensagem a Garcia". Sai para pegar o primeiro voo, foi uma viagem tensa. Havia naquela época grande quantidade de voos com cancelamentos e atrasos, O Núncio Apostólico marcou um café da manhã para as 7h, após celebrar sua missa dominical. Fui gentilmente recebido pelo reverendissimo, ele prometeu tratar do assunto diretamente com o Santo Padre.
Uma espera angustiante.

imagem noticia-4



Grande alegria

Quando chegou a confirmação da visita do Papa ao Recife, veio o alívio e uma grande vontade de fazer um evento para ficar na história do Recife, de Pernambuco, como ficou. Margarida Cantarelli, Dom Helder Câmara, então nosso Arcebispo, e o comando do Exército, coordenaram um evento único e que dificilmente será superado em emoção, sentimentos, ação, organização e logística.
No dia 7 de julho daquele ano, às 15h42, o Papa João Paulo II era recebido ao pé da escada do Boeing 737 da FAB por Dom Helder Câmara, Marco Maciel e esposa, Dona Anna Maria, e o chefe do Cerimonial, Augusto Rodrigues Filho.

Marco para a história

Quem viveu a época sabe do que estou falando. A área do Joana Bezerra, onde hoje está o Fórum, tendo o viaduto como altar, foi o palco do testemunho de fé. O desfile no Papa Móvel por 24 km passou pelas principais vias do Recife e ao passar pelo Palácio do Campo das Princesas encontrou os cadeirantes reunidos no calçadão com a seguinte mensagem ao Papa andari-lho: "João Paulo, andai por nós".

Marco de discrição

Conto hoje esta história para registrar um acontecimento relevante de bastidores e que, por extrema discrição, o Governador Marco Maciel sempre evitou divulgar. Poderíamos estar lamentando o que não aconteceu, mas o Santo Padre, hoje só Santo, tinha um fiel escudeiro em terras nunca d'antes beijadas.

*Silvio Amorim é advogado, membro do IAHGP, foi subchefe da Casa Civil do Governador Marco Marco Maciel.
imagem noticia-5

Deseja receber O PODER e artigos como esse no seu zap ? CLIQUE AQUI.

Confira mais notícias

a

Contato

facebook instagram
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Jornal O Poder - Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela Jornal O Poder.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a Jornal O Poder não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a Jornal O Poder implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar