imagem noticia

Baixa altitude causou morte de Marília

06/11/2021 - Exclusivo da equipe de O PODER

imagem noticia


A aeronave modelo King Air, da Beechcraft, que transportava Marília Mendonça e sua equipe no voo que cortou precocemente a carreira da artista, é um dos aviões mais seguros do mundo.
Inclusive é dos poucos homologados para transportar o presidente norte americano.
A grande questão é a provável ausência de intimidade do piloto com a rota. Sem perfeito conhecimento da pista, baixou demasiadamente a altura na aproximação para o pouso e consequentemente diminuiu a velocidade.

PALAVRA ABALIZADA

A reportagem de O PODER ouviu um piloto acostumado a pilotar aeronave do modelo acidentado. Ele não falou em "falha humana" mas com sua experiência e mais a avaliação das fotos da aeronave acidentada, deu o seu parecer que, com 99% de probabilidade, será confirmado daqui a muitos meses pela perícia.
" É certo que a aeranave vinha com baixa velocidade. Quando engatou o trem de pouso na rede de alta tensão, a aeronave 'estolou', o que em linguagem aeronáutica significa atingir o limite mínimo de velocidade, abaixo da qual perde altitude e corre o risco imediato de cair.

ACONTECEU

Foi o que aconteceu, segundo especialistas ouvidos por O PODER. O avião caiu 'estolado', ou seja, de barriga. Por isso, a aeronave permaneceu relativamente composta, partida em poucos pedaços. Ao contrário do que acontece normalmente quando nas quedas os aviões muitas vezes se pulverizam.

CONHECER A ROTA

Os pilotos mais antigos têm um axioma padrão: quanto mais o piloto repete a rota, em pequenas aeronaves, mais seguro é o voo.
O contrário também se aplica.
A equipe de O PODER se solidariza com as vítimas, não seria capaz de levantar acusações levianas de "falha humana" para quem já não pode se defender, porém, mais uma vez, se depara com acidentes fatais com pilotos pouco habituados com os percursos. Foi o que ocorreu, por exemplo, no trágico acidente que vitimou Eduardo Campos. Que, mais uma vez, o acidente sirva de alerta para evitar outras tragédias.

Deseja receber O PODER e artigos como esse no seu zap ? CLIQUE AQUI.

Confira mais notícias

a

Contato

facebook instagram
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Jornal O Poder - Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela Jornal O Poder.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a Jornal O Poder não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a Jornal O Poder implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar